logo Serrador Vetor.jpg

 

 

A DIRETORIA

 

 

A atual Diretoria de AGUAS iniciou sua experiência com Residências Artísticas, com o programa Temporada de Projetos, criado em 1997 com o objetivo de abrir espaço à produção, fomento e difusão da prática artística emergente.

 

A Temporada de Projetos tornou-se ao longo dos anos um rico celeiro de artistas, críticos e curadores jovens. A cada edição nove projetos artísticos e um projeto de curadoria são selecionados e, além de receberem acompanhamento crítico, são expostos na instituição.

 

Nas mais de 200 exposições realizadas, a Temporada de Projetos, que em 2009 deixa de ser bienal para tornar-se anual, possibilitou a emergência de inúmeros artistas, curadores e críticos, muitos deles atualmente presentes na cena artística contemporânea. 

 

Em 2010, a implantação do projeto Ateliê Fidalga é um espaço que agrupa artistas com o objetivo de pesquisar e produzir arte contemporânea. Sob a coordenação de Albano Afonso e Sandra Cinto, os artistas e críticos com formações em diversas áreas (filosofia, cinema, publicidade, sociologia, arquitetura, arte etc.) procuram criar um ambiente propício às trocas de experiências envolvidas na arte contemporânea. Os coordenadores convidaram o crítico Mario Gioia para acompanhar os encontros e os trabalhos dos artistas. Para a exposição, cada um dos 60 artistas do Ateliê Fidalga produziu um trabalho inédito pensado para o espaço expositivo do Paço das Artes – dialogando com sua história e arquitetura – e considerando o processo, e não o resultado, como o sujeito principal da mostra

 

Já no, MIS (Museu da Imagem e do Som), com implantação do LABMIS Laboratório de Novas Mídias do Museu da Imagem e do Som, em 2008. Um espaço de reflexão, intercâmbio de conhecimento e experimentação em novas tecnologias. Atua na confluência entre arte, ciência e tecnologia, e oferece espaço para ações de difusão da cultura digital para artistas consagrados e emergentes além de pesquisadores, estudantes e público não especializado. LABMIS é um laboratório de novas mídias - o primeiro instalado em um museu público no Brasil. Trata-se de um centro de pesquisa e produção para artistas residentes e comissionados. No LABMIS também são realizados cursos, palestras e workshops para os mais diversos públicos. Instalado no 2º pavimento do Museu da Imagem e do Som, o LABMIS dispõe de sala de workshop, estúdio de som, oficina de interfaces, sala de pós-produção para os residentes, um lounge (com acesso gratuito à internet sem fio) e auditório. Além da realização de residências artísticas nacionais e internacionais, oferece cursos, palestras e workshops para os mais diversos públicos.

 

Em 2008, sob a direção do atual corpo diretivo de AGUAS a instituição convidou quatro artistas apontados como promissores pela crítica e também pela academia, para desenvolver seus projetos no LABMIS. Entre os comissionados, os escolhidos foram os norte-americanos Bill Seaman e Daniel Howe, o paulista Cássio Vasconcellos e a fluminense Katia Maciel. Continua com suas atividades até os dias de hoje intitulado como Residência LABMIS.

 

Desde de fevereiro de 2016, AGUAS é a Residente Artística responsável pela desenvolvimento e execução da programação do Teatro Municipal Serrador (Edital SMC N° 01/2015) e Cogestora da Arena Carioca Fernando Torres (Chamamento Público SMC N°01/2017).

 

Integram ao quadro profissional da AGUAS, com expertise em administração e gerenciamento de Equipamentos Culturais, bem como na realização/execução de Residências Artísticas e Cogestão:

 

 

DIRETOR EXECUTIVO

 

 

IMG_0080.jpg

SELIM HARARI, engenheiro mecânico, empresário, especialista em implementação de gestão cultural, atua há vinte anos junto ao Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Estado da Cultura, como diretor de equipamento cultural e posteriormente como diretor de Organização Social; um dos participantes, convidados pela Secretária da Cultura Claudia Constin para o debate com a finalidade de redigir minuta para o projeto da atual lei n. 12.268/2006 (ProAC – Programa de Ação Cultural). Gestor de recursos públicos através de aditamentos, convênios e contratos de gestão. Atualmente é diretor executivo da AGUAS, residente artística do Teatro Municipal Serrador e gestora da Arena Carioca Fernando Torres.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIRETORA ADMINISTRATIVA/FINANCEIRA

 

 

san_site.jpg

SANDRA REGINA CAUSIN, brasileira, produtora cultural e bacharel em Direito, iniciou em 1996 junto à administração pública do Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Estado da Cultura, atuando na área de coordenação e gerenciamento de aditamentos e convênios. Em 2006 iniciou o gerenciamento da implementação de Organização Social na área da Cultura com equipamento Paço das Artes e posteriormente na incorporação do MIS (Museu da Imagem e do Som) ao Contrato de Gestão do mesmo (Paço da Artes). Atualmente é diretora adm/financeira da AGUAS, residente artística do Teatro Municipal Serrador e gestora da Arena Carioca Fernando Torres.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DIRETOR INSTITUCIONAL

 

 

abraao_site.jpg

ABRAÃO MAFRA, brasileiro, bacharel em Direito, atuando na Administração Pública do Governo do Estado de São Paulo desde 2001. Acompanhou o processo de qualificação das primeiras Organização Sociais na área da Cultura e em 2006 com gerenciamento da implementação de Organização Social com equipamento MIS - Museu da Imagem e do Som e  Paço das Artes. Foi responsável pela Gestão de Contratos na Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, responsável pelos Programas de Formação da Pasta, dentre eles: Fábricas de Cultura (referência em bairros de São Paulo com vulnerabilidade juvenil), Projeto GURI, Oficinas Culturais, SP Escola de Teatro, Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP), Conservatório Dramático Musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí, além da parte de formação cultural do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão. Atualmente é diretor institucional da AGUAS, residente artística do Teatro Municipal Serrador e gestora da Arena Carioca Fernando Torres.